OBRIGADO PELA SUA VISITA DEIXE AQUI SUA FRASE OU MENSAGEM PARA OS CUIDADORES

quinta-feira, 29 de abril de 2010

VAMOS COLOCAR MAIS INFORMAÇÕES QUE AJUDAM A CUIDAR MAIS DE NOSSO PACIENTE...

PRESENÇA DE ALUCINAÇÕES

O PORTADOR DE D.A ELE PODE TER ALUCINAÇÕES, NO AMBIENTE ONDE VIVE, ELE VE EM OBJETOS DE DECORAÇÕES EM JARDINS , E EM ANIMAIS ETC... OU MEDICAMENTOS QUE TOMAM PROCURE CONVERSAR MAIS COM O MEDICO A RESPEITO . E QUE PODE ESTAR ACONTECENDO ISSO;
TEMOS QUE NOS CUIDAR
TOMAR CONTA DE UM PORTADOR DE DA. É MUITO DESGASTANTE,POR ISSO TEMOS QUE TER MUITA PACIÊNCIA, MUITO AMOR, E SEMPRE TENTAR AJUDA COM AMIGOS E FAMILIARES QUE É MEU CASO E DE TODOS NÓS ! AS VEZES NOS SENTIMOS CANSADOS COM RAIVA DO MUNDO E MUITA SOLIDÃO.
TEMOS QUE REAGIR SE NÃO QUEM VAI PRIMEIRO É NÓS OS FILHOS, NOS É QUE FICAMOS DOENTE?
_ O CUIDADOR TEM QUE SABER QUE NÃO TEM CURA E QUE OS MEDICAMENTOS ESTABILIZA.
_TEMOS QUE ACEITAR NOSSOS SENTIMENTOS DE RAIVA, IRA, DESGOSTO, FRUSTAÇÕES TRISTEZA E ATÉ ANGUSTIA. É BOM SEMPRE PARTICIPAR DE REUNIÕES DE GRUPO DE APOIO PODEM AJUDAR MUITO. CONVERSAR COM AMIGOS , TENTAR VER AS COISAS BOAS E ALEGRES NESSE RELACIONAMENTO ;
_ VENDO FILMES
_LENDO LIVROS
_E RETRIBUIE TODO AMOR QUE NOSSOS INFERMOS NOS DEU.
_ " QUERO IR PARA MINHA CASA" É A PRIMEIRA FRASE QUE OUVIMOS E SEMPRE VAMOS ESCUTAR ESSA FRASE DA UM APERTO NO CORAÇÃO, QUANDO ACONTECER ISTO LEVE-O PARA DAR UMA VOLTA E QUANDO VOLTAR FALE QUE JÁ CHEGOU EM SUA CASA.
PERAMBULAÇÃO:
ESTE É O PROBLEMA MAIS FREQUENTE COM MINHA MÃE E PELOS PORTADORES DE DA. AS VEZES MINHA MÃE ANDA O DIA INTEIRO PELA CASA, NÃO DEIXE (TAPETES, ESCADAS ETC...) DEIXE TAMBÉM AS PORTAS TRANCADAS , ASSIM ELES NÃO PODERAM FUGIR PARA RUA.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

CERÉBRO

NA DOENÇA DE ALZHEIMER AS CÉLULAS DE CERTAS ÁREAS DO CERÉBRO COMEÇAM A MORRER, FORMANDO CICATRIZES EM FORMAS DE ESTRUTURAS MICROSCÓPICAS CAHAMADAS PLACAS SENIS. NA MEDIDA EM QUE AS CÉLULAS MORREM E SÃO FORMADAS AS PLACAS SENIS,O CERÉBRO NÃO CONSEGUE MAIS FUNCIONAR COMO DEVERIA

sábado, 24 de abril de 2010

Alzheimer!É PrecisoÉ Urgente Falando de AlzheimerDivulguem!Mãe!
Quando descobri o Alzheimer em ti o mundo pareceu-me obra de ficção.
Dia após dia o teu universo,todo próprio, perdido e confuso, agressivo e
ansioso, lacrimoso e diferente fez-me alcançar um entendimento não
apenas de imagem, mas de um longo tempo aprendiz.De duas vidas às quais
caminhamos juntas.De duas vidas às quais poucos sabem.De duas vidas às quais
integram-se à outras tantas. Quisera eu entendê-la "totalmente" no agora!
Saber de tudo desta tua real força e, como paradoxo, a total
dependência e fragilidade.Tu já não consegues palavras
e elas, não mais ativas, ocorrem no teu olhar.Tu já não te equilibras sozinha
nos poucos passos.Tu já não te alimentas sem auxílio.Tu já não te vestes, nem
escolhe roupas.Apenas, sei das cores que teus olhos acompanhamcom maior atenção.
Do teu sorriso que o Alzheimer apagou!A face não consegue esboçar
esta dádiva, porém acompanhas o meu com atenção e de um jeito todo teu...
sorri para mim!Isto é um alívio, um entendimento ainda que precário!
Dos alimentos que te agradam no paladar!Da TV que tanto gostas!
Dos poucos passeios que ainda aguentas!Dos teus dois dedos da mão
que teimam em entortar!Do teu corpo arqueado!Da tua pele tão delicada!
Do uso de fraldas!Das hospitalizações!Das bactérias e vírus oportunistas!
Do teu pedido enquanto ainda pronunciava-se:-Não me deixe feia!
-Pinte o meu cabelo!Dos teus pronunciamentos de desculpas depois que gritava
comigo por "conta da doença!"Dos momentos de ternura e amparo!
Das madrugadas sem dormir!Tu já não te asseias sem ajuda.
Do verão que tu te sentes melhor!-O que será neste Inverno?Procuro não pensar!
Aprendi contigo, comigo e na troca ativa com outras cuidadoras que
a paciência, a aceitação, o viver cada momento, a informação, o carinho,
a prontidão e a fé são essenciais!Quem diria...Eu não imaginava algo
tão incapacitante.Eu sequer imaginava sentir-me tão impotente!
Eu não imaginava te amar como uma mãe ama sua filha ou filho!
Invertemos os papéis?-Sim!Mãe! Meu coração captou tantos valores contigo, estes
intransferíveis.Uma luz conosco que justifica todos estes anos!
E, na verdade, qual de nós duas precisa de justificativas?
Uma depuração que inflamada de amor nos faz prosseguir até
onde o Criador determinar!Te amo!Sei que me amas!Que o Universo te
ampare em boas energias...Mãe!A mídia no geral, que seriam fontes
viáveis, pouco sabe e pouco informa!Tv, revistas, rádios e jornais
precisamos de vocês!É necessário mais!Poucas campanhas e não
ouvem os "cuidadoresfamiliares."Estes sim! Os mais entendidos
para relatos e procedimentos até pitorescos, inéditos!Os especialistas tentam
minimizar!Muitos profissionais da área da saúde completamente
despreparados para atendimento aos portadoresde uma Doença Degenerativa!
Os cientistas buscam paleativos!Longo para alguns...Curto para outros...
São tantos na mesma lida!Os nossos amores com tal demência
pedem "dignidade" e nós também!"Conheço pessoas e profissionais
voltados para o tema que se doam sem exigências financeiras ou
cobranças outras."Na internet Comunidades agrupam "gentes"
responsáveis por "outras gentes" com D.A.À elas o meu aplauso!
Tenho certeza...a gratidão de muitos!Divulguem! É de Utilidade Pública!
Um tema seríssimo!O Alzheimer não é só esquecimento!
"O Alzheimer não é contagioso!"É uma doença que exige muito dos familiares
e avança progressivamente nos portadores.Debilita a mente e o corpo.
Na última fase chegam na posição fetal!Muitos nem chegam!Alguém próximo de ti!
Atenção aos primeiros sinais! Sejam solidários! É a súplica de milhares!
O mundo inteiro preocupando-se com o REAL CRESCIMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER.
Vamos compreender melhor a doença e fazer a devida PREVENÇÃO antes
que seja você o próximo(a)? Manifesto Global pela Doença de Alzheimer.Assinem!
http://www.abraz.com.br/default.aspx?pagid=EMHCTOOQ Cole no seu navegador!
Não dói!Não é vírus!Autora:Marília Becher BahrMeu especial agradecimento
aos grupos de apoio!

Doença de Alzheimer: cuidados a ter com o doente
Doença de Alzheimer: cuidados a ter com o doente
Com sintomas que vão desde a perda de memória, perturbações de sono, confusão, agitação, incapacidade de comunicar, incontinência, depressão, comportamentos agressivos e perigosos, há vários cuidados a ter em conta quando se lida diariamente com um doente com Alzheimer.
A maior parte dos doentes com Alzheimer passa a viver no passado, uma vez que já não se conseguem lembrar do que fizeram ontem, dos nomes das pessoas com quem habitualmente lidam, números de telefone ou conversas recentes. Por norma, a memória de longa duração não é afectada, ou só o é já em fases adiantadas da doença, o que significa que o passado do doente passa a ser o seu presente, sendo que os eventos recentes são pura e simplesmente esquecidos. Será mais fácil, para todos, adaptar-se ao doente e não ao contrário, ou seja, fazer um esforço para viver a realidade actual da pessoa, mesmo que seja uma época da sua vida de há 20 anos atrás. Pelo menos assim há a possibilidade de recordar e conversar, aproveitando o facto do doente continuar atento e comunicativo.
Sem querer tornar a sua casa numa prisão e o doente num prisioneiro, promova um ambiente seguro: retire da casa de banho pequenos electrodomésticos como secadores ou máquinas de barbear; feche à chave armários com produtos perigosos ou quartos onde o doente corre algum risco de se magoar; coloque barreiras de segurança nas escadas; muitos doentes já não reconhecem o seu próprio reflexo e, por isso, os espelhos ou vidros podem confundir ou assustar uma pessoa com Alzheimer se isso acontecer, opte por arruma-los ou cobri-los. Disponibilize um espaço amplo, limpo e tranquilo onde ele possa estar à vontade; rodei-o de objectos familiares, como fotografias ou outras lembranças pessoais.
O que deve evitar? Ambientes muito barulhentos ou com muita gente (podem agitar o doente, levando-o à fuga); apressá-lo com seja o que for (as rotinas diárias como tomar banho, vestir e comer tornam-se difíceis e até perigosas para executarem sozinhos, por isso, ajude-o a manter a sua dignidade); não fale sobre a pessoa e as dificuldades da doença à sua frente (se possível, é fundamental continuar a promover a independência do doente e as suas relações sociais).
Pelo menos 60% de todos os doentes com Alzheimer acabam por vaguear e não conseguem voltar ao seu ponto de partida. Não deixe portas e/ou janelas abertas; evite pedidos para ir levar o lixo ou levantar o correio sozinho; retire-lhe as chaves do carro se achar que a sua condução possa representar um perigo para ele ou para os outros.
A comunicação ou falta dela pode ser um grande desafio. Muitos doentes têm dificuldade em formular frases completas, outros deixam de falar por completo. Fique atento à linguagem corporal e às suas expressões faciais e não se esqueça que conhece bem esta pessoa. Se sempre gostou de música clássica, ponha um CD a tocar; se é um apaixonado por futebol, ligue a televisão na altura de um jogo; mime o doente com carinhos e afectos, um forte abraço ou apenas a sua companhia podem fazer maravilhas.
Não é o Alzheimer em si que provoca a morte, mas sim as infecções e doenças que podem surgir em sequência desta. Há que ser rigoroso: estabeleça e cumpra os horários da toma da medicação e de ir à casa de banho; certifique-se que o doente beba muita água; se verificar alterações nos hábitos alimentares ou de sono vá ao médico; as mudanças de comportamento e de estado de espírito como ansiedade, querer estar sozinho ou tristeza também devem ser vigiadas.
Manter a mente e o corpo activos é fundamental. Tarefas de reduzida dificuldade, como apanhar ou dobrar a roupa, mantêm as pessoas ocupadas, sem as frustrar ou aborrecer. Existem muitas actividades que podem e devem realizar-se com um doente de Alzheimer, até para estimular os sentidos: dançar, cantar, jardinar, pintar, caminhar, conviver com crianças, cozinhar, fazer a manicure ou tratar do seu cabelo, são apenas alguns exemplos.
Pode surgir a altura em que os cuidados que o doente necessita já não possam ser administrados em casa. Quando assim for, procure um lar ou casa de repouso com experiência no tratamento de doentes com Alzheimer.

DIREITOS DE UM PORTADOR


Serviço gratuito - M..Alzaheimer, Parkinson, AVC.
Para orientação de pacientes e familiares - serviço gratuito chamado "Neuro Care",
Objetivo - auxiliar pacientes e cuidadores (pessoas que cuidam desses pacientes, inclusive familiares) com Mal de Alzaheimer, Parkinson e Acidente Vascular Cerebral.
Contato pelo telefone 0800151036, ramal 6, o interessado poderá ser cadastrado e dispor gratuitamente de vários benefícios como: publicações, contendo informações relacionadas às doenças, orientações referentes às patologias, cuidados diários de pacientes, cartão de identificação que dará descontos na realização de exames laboratoriais, cursos, palestras apoiadas por associações e sociedades médicas ligadas sobre essas patologias, destinadas a melhoria da qualidade de vida dos pacientes e de seus cuidadores.

Mãe, hoje eu descobri que eu cresci, é que de repente eu me vi
Tão sozinho na estrada
Mãe, hoje eu precisei de você, eu não sabia o que fazer, me vi
De mãos atadas
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto mãe do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambiçao
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza mãe, é o
Teu amor
(refrão)

Mãe, me dá teu colo,
Mãe, mulher que adoro,
Mãe, se existo devo a ti meu respirar
Mãe, tão puro amor de mãe
Que as vezes não me vem palavras pra expressar
Mãe, pra ti conjugo o verbo amar ....mãe

Mãe, teu conselho me orienta, teu carinho me alimenta
Da paz, do amor, da esperança
Mãe, hoje eu sou um homem eu sei
Mas as vezes que eu chorei, não passei de uma criança
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto mãe do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambição
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza mãe é o
Teu amor

sexta-feira, 23 de abril de 2010

MENSAGEM

Nossas atitudes escrevem nosso destino.
Nós somos responsáveis pela vida que temos.
Culpar os outros pelo que nos acontece é cultivar a ilusão.
A aprendizagem é nossa e ninguém poderá fazê-la por nós,
assim como nós não poderemos fazer pelos outros.
Quanto mais depressa aprendermos isso, menos sofreremos!

Muita Luz e Paz para você!..Beijos

DEPRESSÃO

A depressão evolui lentamente e pode começar com cansaço, diminuição de energia, de concentração, tensão na nuca, impaciência e distúrbios do sono.
Nesta entrevista, o Prof. Dr. Wagner Farid Gattaz explica que em 80% dos casos de depressão, os pacientes procuram outros médicos que não os psiquiatras para tentar investigar o problema, a partir dos múltiplos sintomas que detectam. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a depressão é a segunda maior causa de afastamento do trabalho e os números vêm crescendo.
E mais: quem tem depressão tem cerca de seis vezes mais risco de ter o mal de Alzheimer na velhice.
Acompanhe a reportagem:
http://hctv.com.br/receita-de-saude-depressao-alzheimer-e-litio
Tire sempre suas dúvidas com o seu médico uma boa relação médico-paciente é a base para o sucesso terapêutico.
Departamento de Divulgação HCTV

quinta-feira, 22 de abril de 2010

MINHA MÃE E A DOENÇA DE ALZHEIMER

A MAIS OU MENOS DOIS ANOS DESCUBRI QUE MINHA MÃE ERA PORTADORA DA DOENÇA DE ALZHEIMER, JÁ ESTAVA EM UM ESTÁGIO BEM ADIANTADO, A DECPÇÃO FOI MUITO GRANDE,NÃO SABIA OQUE ERA ESSA DOENÇA TÃO CRUEL,NUNCA TINHA OUVIDO FALAR. MINHA MÃE SEMPRE FOI UMA PESSOA INDEPENDENTE, ATIVA, ALEGRE E UMA MÃEZONA AMIGA PARA TODAS AS HORAS. QUANDO DESCUBRI A MINHA MÃE TINHA IDO A UM NEURO PORQUE SENTIA VARIAS DORES D CABEÇA.E ELE LHE PEDIU UMA RESONANCIA ! AONDE ACUSOU UMA ISQUIMIA CEREBRAL E COM OS MEDICAMENTOS QUE TOMAVA ,FOI PIORANDO A MINHA MÃE SEMPRE GOSTOU DE VIAJAR IR AO BAILE . UM DIA ESTAVA SAINDO DE UM CLUBE COM DUAS AMIGAS PARA VIR PARA CASA! ELA NÃO SABIA AONDE ESTAVA E NÃO SABIA VOLTAR PARA CASA , ASSUSTADA A AMIGA CHEGOU E COMENTOU COMIGO FIQUEI PREOCUPADA . E FOI PASSANDO E COMEÇOU APIORAR! FOI QUANDO ELA RESOLVEU VIAJAR PARA APUCARANA E CHEGANDO LÁ ELA COMEÇOU A ME CHAMAR E QUERIA IR PARA CASA , MINHA TIA ESTRANHOU O COMPORTAMENTO DELA, E ME LIGOU! AVISANDO O QUE TINHA ACONTECIDO. DES DESSE DIA COMECEI A REPARAR OQUE ACONTECIA ELA ESQUECIA DE TUDO ,NÃO SABIA AONDE COLOCAVA NADA ENTÃO RESOLVI PROCURAR OUTRO MEDICO ONDE PASSOU VARIOS REMEDIOS PARA ELA E SO EU SUA UNICA FILHA TIVE QUE TOMAR CONTA DELA SOZINHA,FOI UMA BARRA FICAVA NOITE SEM DORMIR,PORQUE ELA JÁ NÃO DORMIA MAIS DE TÃO DOPADA QUE FICOU. JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS AQUELA SITUAÇÃO DEPOIS DE UM ANO ASSIM RESOLVI CONVERSAR COM O MEDICO DELA E TIRAR PARTE DOS REMEDIOS NOSSA!!!!! FOI UM ALIVIO E A DOENÇA ESTAVA ESTACIONADA ALGUNS MESÊS PARA CÁ ELA ESTA USANDO FRALDAS NÃO COME MAIS SOZINHA, DOU BANHO E ELA TEM ME ENSINADO MUITO .ELA HOJE É O MEU BEBÊ NÃO SABE MAIS QUEM EU SOU , QUEM ELA É E ASSIM VOU VIVENDO AMANDO, DANDO CARINHO, PASSEANDO ENTRO NO MUNDO DELA .MAIS! TEMOS QUE NOS CUIDAR PORQUE? SE NÃO VAMOS PRIMEIRO QUE ELES .PORTANTO AMIGOS ESPERO QUE ALGUMA COISA AQUI VCS. POSSAM CONSEGUIR ME PERGUNTANDO E TROCANDO IDEIAS .HOJE ELA JÁ ESTA NA SEGUNDA FASE DE SUA DOENÇA, AGRADEÇO MUITO A MINHA AMIGA ANA MARIA PEREIRA PEIXE QUE ATRAVES DELA E DE SEU LIVRO ESTOU PODENDO CUIDAR MELHOR DA MINHA MÃE ORACY VRISSIMO DA SILVA BISSO MINHA MÃE TEM 70 ANOS.

DEDICATÓRIA

DEDICO ESTE BLOGGER A MINHA MÃE QUERIDA. QUE TEM A DOENÇA DE ALZHEIMER E QUE TEM UMA FORÇA MUITO GRANDE DE VIVER, EU TE AMO E SEMPRE VOU TE AMAR !

EU MARIA AMELIA LOIRINHA

sejam bem vindos ao meu blogger !!!ll
amigos reais por trás de uma tela fria aquecida por sonhos deixo os anseios fuirem através de uma mensagem. vc. responde a mensagem e frases são digitadas fazendo-me crer, que o mundo virtual pode ser tão verdadeiro e real. vc me faz sentir vontade de teclar e lhe dizer: amigo ... quero encontra-lo sempre aqui em minha casa virtual,sinto que vc. já faz parte do meu mundo real e quero que continue nele... amigo... vc. é realmente muito especial!