OBRIGADO PELA SUA VISITA DEIXE AQUI SUA FRASE OU MENSAGEM PARA OS CUIDADORES

quarta-feira, 7 de julho de 2010


ALZHEIMER - O QUE OS PORTADORES DIRIAM
Alzheimer
"Memória"
-O que os Portadores diriam

Esqueço cada gesto que
envelhece comigo.

SINTO UMA MEMÓRIA DISTANTE
QUE NÃO ME DEIXA LEMBRAR
E LEVANTO-ME PERDENDO À MIM,
PESSOAS, COISAS.

ENCOLHIDO, SINTO QUE À CADA SEGUNDO
SOU EXCLUÍDO POR AQUELE ENORME ARSENAL
DE LEMBRANÇAS QUE ME SUSTENTAVAM.

Ontem, eu dormi com o frio.
Hoje, acordei com o calor do sol.

INSISTO EM SABER DO TEMPO,
DAS HORAS, DA CASA,
DOS OBJETOS, DAS ROUPAS, DA
ALIMENTAÇÃO, DAS PALAVRAS, DE
TUDO O QUE SOU E FUI.

Porém, aos poucos, não me recordo
mais de todos os caminhos,
rostos, nomes, afetos.

MILHARES DE HISTÓRIAS
ESQUECIDAS,
VIDA ESCRITA DESSA
MINHA EXISTÊNCIA, EM EPISÓDIOS
SIMPLES DO COTIDIANO.

CORRENTES E CADEADOS EM MINHAS JANELAS
DE VIDRO, TÃO TRANSPARENTES DE SENTIMENTO, MAS BLINDADAS AOS DETALHES DE DENTRO.
DE DIFÍCIL ACESSO, É FATO.

ENSINA-ME A DIREÇÃO E O RUMO QUE PRECISO!
VOCÊ É O GESTO QUE IMITO, A VERDADE QUE PROCURO, O CONFORTO E AMPARO DA MEMÓRIA VIVIDA.

E, SE GRITO OU SINTO A TUA PRESENÇA,
DIZE-ME
PARA NÃO RECEAR.
LEMBRA-ME QUE ESQUEÇO DA
TUA EXISTÊNCIA, DA MINHA PRÓPRIA, PORÉM
QUE VOCÊ EXISTE DENTRO DE MIM E EU
DENTRO DE VOCÊ.

A tua dedicação é de valor imensurável, existe na
beleza de todos os dias, na cor do sorriso,
na ternura de todos os nossos momentos.

AMO-TE TANTO,
"MESMO DESCONHECENDO-ME AUSENTE", E
ATÉ SUPERANDO-ME
PARA TE OFERECER AQUILO QUE POSSO.
ME AME!

Passado, presente, futuro!
Participo sendo um desafio
para a Ciência.

NÃO HÁ MANEIRA DE IGNORARMOS O QUE SE LEVA DENTRO DA CABEÇA, MESMO
NA MAIS DISTANTE CONEXÃO CEREBRAL.

E , no início, eles trocam um par de chinelos
por uma blusa rasgada.

VIDEO SOBRE A DOENÇA DE ALZHEIMER
DIVULGUEM AO MAIOR NUMERO DE PESSOAS POSSÍVEL... ASSISTAM COM CALMA O VIDEO... E ... ENTENDAM O QUE A DOENÇA SIGINIFICA!!!NÃO DEIXEM DE COLABORAR, SUA PARTICIPAÇÃO É FUNDAMENTAL!!!
Foi o vídeo mais difícil que fiz até agora.
Tanto em erros, como no coração.
Gostaria que coubessem mais palavras, mais
pessoas, mais tudo!
Espero que divulguem!
A questão do Alzheimer...enfim.
http://www.youtube.com/watch?v=DShU-BJ02_w
Beijos da minha alma na alma de todos(as)!
Marilia Becher Bahr
"O video é uma tradução de um sentimento real de uma filha que CUIDA E ACOMPANHA DIA-A-DIA O DESENVOLVIMENTO DA DOENÇA EM SUA MÃE!"
O gesto de fazer um video e tentar alertar a todos para que se PREVINAM não só da doença, mas de todo o sofrimento que ela carrega é muito NOBRE.
CHAMAR ATENÇÃO DE TODOS PARA A DOENÇA DE ALZHEIMER SE FAZ NECESSÁRIO, VISTO QUE, O AUMENTO DESSA É ESPANTOSO!!!
VAMOS TODOS NESSA CAMPANHA...VAMOS AJUDAR A QUEM PRECISA URGENTEMENTE E NOS AJUDAR TAMBÉM FAZENDO A DEVIDA PREVENÇÃO!

Um dos pontos que mais podem influenciar na vida e na memória dos idosos é o isolamento social, ou seja, a forma que alguns escolhem, consciente ou inconscientemente, para viver. É muito ruim para qualquer pessoa viver sozinho. As portas abrem-se para as alterações afetivas, como a depressão, contribuindo para um declínio cognitivo.
As alterações de memória na depressão interferem na vida diária da pessoa idosa, dificultando o cuidar das finanças, cuidar da casa, organizar as refeições, os compromissos. Nos casos de depressão a pessoa percebe que há algo errado na sequência de seu pensamento ou na busca das palavras, no processamento das informações. Embora, o esquecimento também faça parte da memória, tem uma função adaptativa na nossa vida. Existem coisas na vida que seria melhor esquecer. Mas nem sempre o cérebro consegue esquecer determinados conteúdos. Na depressão, por vezes, torna-se difícil a pessoa ser capaz de esquecer o que não tem importância.
É aconselhável procurar ajuda, é necessário fazer uma avaliação cognitiva para investigar o grau de comprometimento e estabelecer o tratamento adequado. Um estilo de vida saudável pode garantir um cérebro saudável e diminuir a vulnerabilidade.
Fonte: Para visualizá-la clique no endereço abaixo:
http://www.gazetaweb.com/v2/noticias/texto_completo.php?c=172890

Depressão em idoso é fator de risco
Depressão em idoso é fator de risco para Alzheimer

As experiências, os estados de ânimo, as emoções, o nível de alerta, a ansiedade e o estresse modulam fortemente as memórias
É muito comum a pessoa com depressão se queixar de dificuldades de atenção, de concentração e de memória para fatos e informações recentes.

Várias doenças causam alterações de memória, mas a depressão na velhice é a causa mais frequente e prevalente que prejudica os desempenhos de memória. *Perto de 10% da população adulta e 20% ou mais da população acima de 65 anos padecem de depressão clinicamente importante, e das falhas de memória que a acompanham.

Depressão: sinais

A depressão é uma doença séria que inclui desânimo e tristeza em grau maior do que as circunstâncias da vida do paciente justificam. A depressão abrange também outros sintomas (insônia matutina, ansiedade, falta de motivação, apatia, etc.). Em todos os casos deve ser tratada por psiquiatras. O tratamento cuidadoso da depressão com psicoterapia e medicamentos traz consigo a melhora da memória: não é oportuno nem útil tratar os distúrbios de memória isoladamente, já que sua reativação, na pessoa com depressão pode causar a recordação de más lembranças e aumentar as perspectivas de suicídio.

Depressão em idoso é fator de risco para Alzheimer

A depressão em idosos tem sido considerada um fator de risco para o desenvolvimento posterior de demência do tipo Alzheimer. A depressão pode manifestar-se no início de uma demência e, quando juntas, essas enfermidades agravam ainda mais a capacidade funcional do paciente. A depressão pode conduzir a comprometimento cognitivo temporariamente, muitas vezes dificultando o diagnóstico diferencial entre esse quadro e a demência.

Uma questão importante é o "isolamento". Geralmente uma pessoa que sai do convívio social por uma razão qualquer e por muito tempo, tende a ficar mais temerosa quanto a voltar a esse convívio; na verdade muitas entram em verdadeiro estado de "pânico", então, preferem continuar no "isolamento", pois se sentem mais confortáveis e menos invadidas. A questão maior é que nós nascemos para convivermos uns com os outros, o isolamento é fator de "adoecimento", não conseguimos manter uma mente sadia vivendo dessa forma. Há populações e pessoas que vivem sozinhas, mas não se isolam, faz atividades cotidianas normalmente, produzem e estão satisfeitas com sua produção. O problema está exatamente na falta de utilidade para a vida, a falta de estima, falta de sentido e razão para estar nesse mundo.

Esse fator também está muito atrelado a doenças como a de Alzheimer e muitas outras doenças demenciais.

Algumas Hipóteses sobre a D.A.
Há muitos relatos de que a maioria dos portadores de Alzheimer foram pessoas "rígidas", que pouco se permitiram à "emoção". Na verdade não há nenhum estudo científico que comprove efetivamente isso, mas há grandes evidências de que a rigidez afasta as pessoas do convívio social e que na "velhice" esse se torna um dos principais mantenedores da vida humana. A rigidez obstrui as relações mais importantes, diminuindo gradativamente a qualidade de vida da pessoa.

"O homem não é só biológico, o psiquismo atua constantemente e a rigidez nesse psiquismo pode ajudar a "traumatizar" as conexões cerebrais, ou melhor, prejudicar o bom funcionamento dessas conexões."

Outra questão é a evolução genética, onde houveram falhas de desenvolvimento no campo vascular/cerebral em várias gerações. Isso é mais difícil de se acompanhar, mas é um fator muito importante a ser considerado. Apesar de muitos especialistas afirmarem que não há fator genético comprobatório relacionados à D.A. não podemos esquecer que essa é uma doença em estudo e que nós somos sim constituidos de geração em geração, biologicamente por uma evolução das espécies.

Sídrome de Wernicke-Korsakoff caracteriza pela falta de um nutriente importante para os órgãos, tecidos, inclusive o cérebro, pela falta da TIAMINA OU VITAMINA B1.

Os alcoolista em geral tem essa deficiência. Uma parcela dessas pessoas sofrerá conseqüências severas no cérebro. Os sintomas da Síndrome de Wernicke(curta duração) incluem confusão mental, paralisia dos nervos que movem os olhos e dificuldades de coordenação motora. A Síndrome de Korsakoff, caracterizada por perdas de memória anterógrada (eventos futuros) e de memória retrógrada (eventos passados).

Com a abstinência alcóolica há significativa melhora nas estruturas cerebrais, isso a partir de 1 ano de abstinência do álcool.

DEMÊNCIA MULTI-ENFARTES
Este tipo de demência é causada por uma série de pequenos enfartes que cortam a irrigação sanguínea a certas áreas do cérebro, o que causa a morte das células cerebrais. As áreas do cérebro mais afetadas são as que controlam a memória, a fala, a linguagem e a aprendizagem.

DOENÇA DE PICK/DEMÊNCIA DO LOBO FRONTAL
A demência do lobo frontal é um termo usado para descrever uma série de formas de demência que implicam lesão das células cerebrais predominantemente no lobo frontal do cérebro.

DOENÇAS COM SINTOMAS PARECIDOS
DOENÇA DE PARKINSON>
É uma disfunção neurológica progressiva. Os primeiros sinais da doença coincidem com Alzheimer. Há comprometimento da memória, depressão, alterações do sono e distúrbios do sistema nervoso autônomo. sensação de cansaço ou mal-estar no fim do dia depressão ou isolamento sem motivo aparente lapsos de memória, dificuldade de concentração e irritabilidade, dores musculares, principalmente na região lombar.

DOENÇA DE CORPOS DE LEWY>
Não se conhece a causa da demência com corpos de Lewy. Este tipo de demência parece estar relacionada com a doença de Parkinson, é considerada a segunda forma mais freqüente de demência depois da doença de Alzheimer.
Outras pessoas iniciam com demência e podem ser confundidos com a Doença de Alzheimer. Alucinações visuais estão presentes em quase todos os pacientes.
Este tipo de demência costuma ser bastante suave. Os pacientes sofrem de alterações do movimento, tremores, depressão, ilusões e confusões, apesar da sua condição poder flutuar consideravelmente, até no mesmo dia.

DOENÇA DE CREUTZFELDT-JACOB>
é uma doença fatal que ataca o sistema nervoso central. Os sintomas da DCJ são bastante semelhantes aos dos da doença de Alzheimer, em particular nos primeiros estádios. Os pacientes sofrem de excesso de lapsos de memória e de oscilações do humor, e podem ter tendência a afastarem-se das atividades sociais.
Seguem-se, depois, problemas de memória mais significativos, dificuldades na conversação e uma perda de estabilidade.

DOENÇAS RELACIONADAS COM O ÁLCOOL>
A bebida em excesso e prolongada pode conduzir a uma forma de demência. De qualquer maneira, deixar de beber, conjuntamente com uma dieta equilibrada pode trazer melhorias. O consumo excessivo de bebidas alcoólicas também pode causar a síndrome de Korsakoff, que leva a uma perda significativa de memória.

segunda-feira, 5 de julho de 2010


Ação da canela e Alzheimer
Cientistas publicaram este mês um estudo, (veja neste link abaixo) na revista JOURNAL OF ALZHEIMER'S DISEASE relatando que o uso in vitro de extrato de canela (Ceylon cinnamon - C. zeylanicum)foi capaz de inibir a agregação e a formação dos filamentos de tau , características da doença de Alzheimer (AD). O extrato também foi capaz de promover a completa desmontagem dos filamentos recombinante de tau sem alterar o funcionamento normal das células de tau.
http://www.j-alz.com/issues/17/vol17-3.html

domingo, 4 de julho de 2010


O verdadeiro amor...
Um senhor de idade chegou a um consultório médico para fazer um curativo em sua mão onde havia um profundo corte e muito apressado pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso.

O médico que atendia, curioso perguntou o que tinha de tão urgente para fazer. O simpático velhinho lhe disse que todas as manhãs ia visitar sua esposa que estava em um abrigo para idosos com mal de alzheimer muito avançado.

O médico muito preocupado com o atraso do atendimento disse:

Então hoje ela ficará muito preocupada com sua demora ?

No que o senhor respondeu:

não, ela já não sabe quem eu sou.

Há quase cinco anos que não me reconhece mais. O médico então questionou:

Mas então para que tanta pressa e necessidade em estar com ela todas as manhãs se ela já não o reconhece mais?

O velhinho, então, deu um sorriso e, batendo de leve no ombro do médico respondeu:

Ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem quem ela é.

O médico teve que segurar suas lágrimas enquanto pensava:

É esse o tipo de amor que quero para minha vida.

O verdadeiro AMOR não se resume ao físico, nem ao romântico.

O verdadeiro AMOR é aceitação de tudo que o outro é.

De tudo que FOI um dia.

Do que SERÁ amanhã.

E do que JÁ NÃO é mais. Beijos à todos !

COMO É SER CUIDADOR ?


É AS VEZES SENTIR QUE O MUNDO CAIU SOB NOSSAS CABEÇAS E SENTIR RAIVA MAS AO MESMO TEMPO OLHAR PARA O CUIDADO E SENTIR IMENSA TERNURA E OLHAR PARA O CÉU E AGRADECER A DEUS PELA OPORTUNIDADE DE SER MÃE DE SUA PROPRIA MÃE.

É agradecer pela Vida, dar valor a coisas que muitos não enxergam; é ensinar o verdadeiro amor, sem esperar nada em troca; tentar cuidar de minha mãe, que é a principal cuidadora; de meu filho, que diariamente fica bem pertinho; é exigir o respeito de maneira doce e seguir em frente com a certeza que tudo vai dar certo, que você vai conseguir trabalhar, estudar, cumprir suas obrigações mesmo se sentindo muito sozinha; saber que sempre estará perto de si, aquele que em nenhum momento te deixará sozinha...Jesus Cristo!

DIREITOS


Sim, a lei existe e muitas pessoas
não sabe de sua existência!
Espero q o tópico ajude as pessoas
a procurarem seus direitos!
abaixo segue o link da lei!
http://www.planalto.gov.br/CCIVIL/Leis/L8213cons.htm

dificuldades financeiras enfrentadas
e ai fiquei sabendo que existe uma lei que pode ajudar
os aposentados por invalidez
segundo meu conhecido é a lei num. 8.213, de 24 de julho de 1991
seção V art. 45 diz
O valor da aposentadoria por invalidez do segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa será acrescido de 25%(vinte e cinco por cento)
Paragrafo unico.O acrescimo de que se trata este artigo:
a)será devido ainda que o valor da aposentadoria atinja o limite máximo legal;
b)será recalculado quando o beneficio que lhe deu origem for reajustado;
c)cessará com a morte do aposentado, não sendo incorporável ao valor da pensão.

é isto ai,


Este artigo tem como objetivo causar a reflexão sobre o fazer de dos profissionais especialistas em neuropsicologia e terapia ocupacional, tendo como ponto de encontro, as atividades neuróbicas.
Com objetivo de estimular o cérebro , auxiliando a prevenção de déficit´s cognitivos.
Através do fazer construtivo o homem cria coisas extraída de suas vivências externas e internas, construindo assim , um mundo com objetos do cotidiano coletivo, embora sendo singulares, em cada caso e situação.
Portanto,o homem não ocioso , é um ser criativo expressivo , lúdico e transformador.
Assim como as atividades.
Estudos realizados, á partir da neurociência, nos aponta , que o século 20 , é o século do “ cérebro” . A ciência dá um avanço significativo, nas suas experiências, começa a solucionar alguns mistérios que envolvem a caixa preta humana.
Comprova a eficácia da neuropsiclogia e outras terapias (terapia ocupacional) em pacientes idosos, e traz á tona descobertas que podem mudar os rumos de pacientes com déficits cognitivos consideráveis.
Fica assim notório que o cérebro em treinamento ( aprendizado/ reaprendizado) , consegue ter ganhos sensório/ motores e preto c/ cognitivos, antes em estágio de espera.

Palavra – chave : Terapia ocupacional , neuropsiclogia, atividades neurônicas , Alzheimer- déficit´s cognitivos, memória.
Atividades NEURÓBICAS - O objetivo das atividades da neuróbica é evitar esse declínio, ajudando o praticante a manter um nível alto e permanente de capacidade, força e flexibilidade mental, em qualquer idade.

Como funciona? Nada de exercícios de quebra-cabeças ou fazer testes. As atividades dA neuróbica incidem sobre os cinco sentidos para estimular a tendência natural do cérebro de formar associações entre diferentes tipos de informações.

A proposta é simples: mudar o comportamento, introduzindo o inesperado para quebrar a rotina e mobilizando a ajuda de todos os seus sentidos ao longo do dia. Por exemplo, um exercício de neuróbica é escrever ou escovar os dentes com a mão esquerda, se você é destro, para exercitar a metade direita do cérebro, que controla a mão esquerda, normalmente não usada para essas coisas. Outros exemplos são vestir-se com os olhos fechados, forçando a utilização do sentido do tato, fazer novas combinações de comida, virar fotos de cabeça para baixo para concentrar a atenção, usar um novo caminho para ir ao trabalho...

As atividades sociais também entram no programa.

Ir de carona para o trabalho ou conversar um bocado de tempo com alguém contam como exercício neuróbico desde que algumas regras sejam cumpridas. A idéia é que novas interações com pessoas desconhecidas constituem um gatilho para reações emocionais positivas, além de quebrarem a rotina.

Quebrar a rotina, aliás, é uma das atividades mais solicitadas a quem quer manter o cérebro jovem. É sabido que desafios novos põe á funcionar muitos mais neurônios no córtex do que outros que podem ser resolvidos "sem pensar", em modo "automático". Por isso, a rotina proporciona pouco exercício ao cérebro.

O negócio da neuróbica também inclui avaliações prévias ao desempenho do cérebro (através de testes) e três tipos de aconselhamento aos clientes: desintoxicação cerebral e mental, gestão do estresse e das emoções, e, energização do cérebro através de alimentos e outros estimulantes.

Quem são os principais clientes? Empresas e outras organizações e clientes particulares: crianças em idade escolar, adultos na faixa dos 30/40 anos de idade (no auge de suas carreiras e, por conseguinte, com grandes solicitações intelectuais) e pessoas com mais de 55 anos que querem atrasar o envelhecimento cerebral e prevenir a senilidade, a demência do idoso e o mal de Alzheimer.

LOGO, PODEMOS CONCLUIR QUE SER ATIVO, É SER NEUROLÓGICAMENTE, UM SER QUE SE
PROMOVE ATRAVÉS DE SUA CRIATIVIDADE, REAPRENDIZAGEM, APRENDIZAGEM, UTILIZANDO, O POTENCIAL MÁXIMO, EXISTENTE EM CADA CONEXÃO CEREBRAL.

TENTE ,INVENTE, FAÇA SEMPRE O DIFERENTE, É ESSA EXPERIÊNCIA QUE MANTÉM VIVA A SUA MEMÓRIA.
TERAPEUTA OCUPACIONAL – ROSE NANCI – CREFITO-3846-TO

Ao usar este artigo, mantenha os links e faça referência ao autor:
ATIVIVIDADES NEURÓBICAS- UMA INTERFACE ENTRE A TERAPIA OCUPACIONAL E A NEUROPSICOLOGIA. publicado 18/05/2010 por ROSE NANCI em http://www.webartigos.com



Fonte: http://www.webartigos.com/articles/38076/1/ATIVIVIDADES-NEUROBICAS--UMA-INTERFACE-ENTRE-A-TERAPIA-OCUPACIONAL-E-A-NEUROPSICOLOGIA/pagina1.html?sms_ss=email#ixzz0sjUCsg5I